Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

Pense em um lugar que divide opiniões e que têm pela internet afora depoimentos daqueles que amam muito e os que odeiam mais ainda. Este lugar é a Lanchonete da Cidade.

A casa fez fama pelo ambiente nostálgico e por figurar nas principais listas de bons restaurantes e lanches de São Paulo.

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

Contudo, tive que visitar o restaurante duas vezes para constatar o que muitos já diziam: os lanches são caros, sem sal e o atendimento não é bom. Ou seja, muito marketing para camuflar o péssimo custo benefício.

A Lanchonete da Cidade oferece um cardápio extenso com vários lanches, cachorros quentes, batatas, sucos especias e milk shakes. É um cardápio que na minha opinião mais confunde do que ajuda.

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

De entrada pedi a batata rústica (R$ 18,50). 

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

Chega a mesa lâminas de batata com casca, fritas com alho e alecrim. Estavam sequinhas e muito saborosas, e o alho e o alecrim conferem um sabor especial muito gostoso. Porém levei um susto com a quantidade! Pagar DEZOITO REAIS por uma batata é de doer o coração. Sim, eu contei as lâminas e concluí que uma única batata foi necessária para a quantidade servida. Definitivamente não começamos bem.

Passado o susto, hora de escolher os lanches. Foi aí que o atendimento se mostrou ruim. A casa segue a lógica de que o garçom que começou lhe atendendo será o único que lhe atenderá até o fim. Até aí, nada demais, porém os garçons são displicentes e não conseguem atender satisfatoriamente as mesas que lhes cabem. Com isso o tempo de atendimento é muito demorado, especialmente para fazer um novo pedido. Você fica ali, tentando chamar a atenção do "seu" garçom, enquanto há vários deles com os braços cruzados olhando você com cara de bobo. E o atendimento de modo geral é ríspido e pouco atencioso.


Bom, deixando de lado a batata de dezoito reais e o atendimento ruim, pensei que o hambúrguer ia salvar meu dia. Ledo engano.

Primeiro de tudo: eu odeio restaurantes que descrevem no cardápio apenas o hambúrguer e o pão, e "sugerem" que você coloque complementos como queijo, salada, bacon e o que mais for! Ora, penso que quando você vai a um restaurante tem que encontrar lanches montados pela casa, pensados na harmonização dos ingredientes, desenvolvido pelos chefs responsáveis pelas cozinhas. Poder escolher complementos é bem-vindo, mas é péssimo a sensação de: estou lhe servindo o hambúrguer e o pão, escolha a gororoba que você quer por no meio. É justamente isso que a Lanchonete da Cidade faz.

Para tentar errar o mínimo possível, escolhi um cheeseburger clássico (R$ 20,00), sem acompanhamentos, e provei também o carro chefe da casa, o lanche Bombom, que consiste em um hambúrguer de 220 gramas com carne "intensamente marmoreada", acompanhado de molho de tomates frescos e "seus complementos favoritos", no caso "queijos especiais" (o preço total do lanche com o acompanhamento foi de R$ 31,50).

A Lanchonete diz que os hambúrgueres são feitos artesanalmente todos os dias no próprio local.

Os lanches tem uma apresentação simples e o Bombom chega embrulhado no papel como se fosse um bombom de chocolate.

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

A última decepção foi o sabor dos hambúrgueres. Ambos estavam extremamente sem gosto e mal temperados. Sério! Nem sal devem ter colocado na carne. Apesar do ponto estar correto e a carne suculenta, ela não tinha gosto de nada.

Basicamente, comi carne moída com queijo e pão, o sabor devem ter esquecido na cozinha. O molho de tomates do lanche Bombom também não se destaca pela ausência total de temperos, está ali apenas de enfeite. 

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

Para finalizar a conta, dois sucos de 300 ml ao preço de nove reais cada!

Conclusão: mais de cem reais gastos por lanches piores que os do McDonald's. Os ingredientes usados podem ser os melhores e de ótima qualidade, mas definitivamente não há sabor algum nos lanches oferecidos.

E não pense que eu estou sendo injusto com o restaurante! Foram duas tristes visitas para ter certeza de que o atendimento é ruim, os lanches não são saborosos e o preço é alto!

O único ponto "positivo" da casa é a ambientação, retratando as lanchonetes dos anos 1950 e 1960, com fotos antigas espalhadas pelas paredes e objetos ícones das décadas passadas decorando o local. 

Uma pena que eu não estava ali apenas pela decoração.

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

Lanchonete da Cidade: lanches caros e sem sal

Informação

Lanchonete da Cidade

Alameda Tietê, 110 - Jardim Paulista - São Paulo (próximo a estação Consolação do Metrô)
Telefone: (11) 3086-3399
(mais três endereços no site da rede)

→ DESCUBRA OUTROS LUGARES EM SÃO PAULO

→ DESCUBRA OUTROS RESTAURANTES

→ Você gosta de economizar? Clique aqui e compre com desconto nas Lojas Americanas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário