Castelinho Caracol e o seu famoso Apfelstrudel

O Castelinho Caracol, uma das principais atrações da cidade de Canela, é um casarão rodeado por um belo bosque e que funciona como museu e restaurante.

O Castelinho foi uma das primeiras residências na cidade de Canela. Ele foi construído entre os anos de 1913 e 1915, por Pedro Carlos Franzen casado com Luiza Sommer, imigrantes alemães.

Castelinho Caracol e o famoso apfelstrudel

A residência foi construída em madeira de araucária, pinheiro típico da região com sistema de encaixes e parafusos, sem o uso de pregos. A madeira recebeu um tratamento de imersão, durante 6 meses, na água do Arroio Caracol; tratamento biológico para, após, ser serrada e seca naturalmente, na sombra, para se tornar duradoura. Depois disto foi trabalhada, cortada de acordo a servir a construção da residência, em forma de um pequeno Castelo.

Em 1985 a propriedade transformou-se em museu.

Castelinho Caracol e o famoso apfelstrudel

A visita ao lado externo é livre. Você irá deslumbrar-se com a mata nativa e conhecer um pouco de como era a vida antigamente dos descendentes de imigrantes alemães. Há antigos galpões, o Armazém dos Serradores e a primeira casa da vila, a "Casa da Vó", que atualmente funciona como uma loja de lembranças.

Castelinho Caracol e o famoso apfelstrudel

A paisagem é linda e rende excelentes fotos.

Castelinho Caracol e o famoso apfelstrudel

Já dentro do Castelinho você encontra dezoito ambientes. No primeiro pavimento estão os quartos, a sala de jantar, a sala de música, o banheiro e a cozinha. No segundo pavimento o destaque fica para o quarto de costura, onde as filhas de Pedro e Luiza Franzem faziam os vestidos, costuravam as capas das cobertas de pena. As penas para a confecção de travesseiros e cobertas secavam na torre, também no pavimento superior, onde se tem uma vista de 180º para o vasto verde do entorno. Há um espaço minucioso com porcelanas, copos, muitas lembranças do local... E os relógios na parede em uma das salas de chá é outra atração, vindos da floresta negra na Alemanha todos à venda.

O Castelinho Caracol, preserva móveis, louças e utensílios da época de seus moradores, as paredes intactas, mesmo com o passar do tempo -quase um século!- mostram que a construção é resultado de técnica, conhecimento e beleza.

É nas salas de chá onde funciona o restaurante que serve geleias caseiras, waffles, chás e o famoso apfelstrudel.

Castelinho Caracol e o famoso apfelstrudel

A visita ao entorno da propriedade é gratuita, mas para entrar no Castelinho é cobrado um ingresso de R$ 10,00 (crianças até 10 anos não pagam e pessoas com mais de 60 anos pagam meia). Eu achei o valor caro para o que o passeio oferece e você tem de pagar mesmo se for consumir no restaurante do local.


Castelinho Caracol e o famoso apfelstrudel

Bom, deixando a beleza do lugar de lado, você, assim como eu, vai ir até lá pela famosa torta de maça.

Todos os guias, sites e lugares indicam o apfelstrudel da família Franzen como um dos melhores feitos no Brasil. E quando eu ouço "o melhor do Brasil" eu realmente crio altas expectativas.

Para quem não sabe, apfelstrudel (significando folhado de maçã, em alemão) é uma sobremesa tradicional austríaca, nascida em Viena. Se tornou mundo popular internacionalmente, sendo a receita mais conhecida com a massa folhada da Europa central.

O apfelstrudel consiste num invólucro oblongo de massa de strudel, recheado com maçãs cortadas em quadrados pequenos, canela, passas e migalhas de pão. Por vezes, é utilizado rum para intensificar o sabor. A arte da preparação consiste em fazer a massa muito fina e elástica. Diz-se que cada camada deve ser suficientemente fina para se conseguir ler um jornal através dela. 

O recheio é cozido no forno e o apfelstrudel é servido quente, normalmente polvilhado com açúcar em pó e servido com sorvete de baunilha ou chantili. Para que o apfelstrudel seja o mais suculento possível, as maçãs devem ser de boa qualidade para serem cozidas e devem possuir um bom aroma ácido.

A produção do apfelstrudel pela família Franzen já atravessa a quinta geração e é totalmente artesanal.

O doce custa R$ 20,00 e é servido com sorvete de creme ou nata (eu escolhi nata).

Castelinho Caracol e o famoso apfelstrudel

Antes de dar a primeira mordida na maça, uma dica: você não precisa entrar na casa para provar o que eles servem. Tudo pode ser pedido para viagem. Assim você evita de pagar os dez reais de entrada.

Foi o que eu fiz, pedi minha torta de maça para viagem e comi do lado de fora da casa. Olhei pelas janelas para dentro do Castelinho e achei que não compensava pagar dez reais para conhecer o lugar. Isto representa uma boa economia no passeio, pois o apfelstrudel não é barato.

Peguei minha tortinha e lá fui eu degustá-la ao ar livre.

A apresentação da sobremesa é péssima. O apfelstrudel estava feio e desmontado, não sei se é por conta da embalagem para viagem. Em nada parecia a torta de maça que eu conheço. A massa folhada e a maça estavam uma massaroca só. A nata é servida em potinhos a parte.

Já o aroma é fantástico. Um delicioso cheiro de maça com especiarias invade o nariz.

Castelinho Caracol e o famoso apfelstrudel

E o sabor? Bem, não é o melhor apfelstrudel que já comi. O recheio estava bem gostoso, mas a massa não. Ela estava muito molhada e em nada lembrava massa folhada.

É a clássica decepção causada por altas expectativas. Eu simplesmente esperava um apfelstrudel incrível.

Comparando com outro apfelstrudel que comi pela região, na Casa da Velha Bruxa em Gramado, este perde feio.

Mesmo não tendo o melhor apfelstrudel, conhecer o Castelinho Caracol é um passeio que vale a pena. Você irá se encantar com a beleza do lugar e poderá conhecer um pouco mais sobre a cultura e a imigração alemã para o Brasil.

Castelinho Caracol e o famoso apfelstrudel

Informação

Castelinho Caracol

Estrada do Caracol Km 03, S/Nº - Canela - RS
Visitação: diariamente, das 9h às 13h e das 14h 20m às 17h 40m.
Telefone: (54) 3278-3208
E-mail: museu@castelinhocaracol.com.br

→ SAIBA MAIS SOBRE GRAMADO E CANELA

→ Você gosta de economizar? Clique aqui e compre com desconto nas Lojas Americanas!

2 comentários:

  1. Comer o Apfestrudel na marmita é o sinal que a pobreza ta invadindo gramado...deus nos salve..

    ResponderExcluir
  2. Estive em Gramado na minha lua de mel, em 2008, e o guia de viagens nos levou ao Castelinho Caracol, durante o city tour... Sinceramente, considerei o melhor sabor que eu já havia provado na vida. Nessa mesma viagem ainda voltei outra vez, junto com o meu marido, para provar daquele sabor sensacional. Neste ano, agora em julho, voltei a Gramado, e não poderia deixar de provar do sabor inesquecível, mesmo considerando um abuso pagar o preço da entrada. Devo confessar que me decepcionei bastante. S torta estava fria, a massa meio solada, pesada e queimada por cima. Minha conclusão é de que a equipe mudou é a cozinha não consegue executar a receita. Uma grande pena...

    ResponderExcluir