Curiosidades na cozinha

Curiosidades na cozinha

Óleo na água do macarrão

Colocar óleo na fervura para não grudar os fios do macarrão não passa de crendice popular. A água e o óleo não se misturam. Portanto, o óleo vai ficar boiando na superfície do líquido e não vai aderir aos fios.

Curiosidades na cozinha

Chocolate falso

Apesar do nome, chocolate branco não contém chocolate. O produto é composto de manteiga de cacau misturada a leite e açúcar. Ou seja, não há nenhum grão de cacau neste tipo de chocolate. Para piorar, alguns "chocolates"brancos são feitos de óleos vegetais no lugar da manteiga de cacau.

Curiosidades na cozinha

Cereja de chuchu

Alguns fabricantes vendem chuchu como cereja em conserva. Para fazer isso, eles retiram bolinhas do chuchu para ferver por três horas com cal virgem culinária (para ficarem firmes por fora e macios por dentro). Por fim, elas descansam em calda quente de groselha (para ganhar cor vermelha) e depois são aromatizados com açúcar e licor de cereja. Outra forma que os fabricantes usam para fazer cereja falsa é com bolas de gelatina. Para fugir destas enganações, é importante ler os ingredientes no rótulo a fruta em calda.

Curiosidades na cozinha

Comidas amanhecidas

Receitas com molho ou temperadas com cebola, alho, pimenta e ervas costumam ficar mais gostosas no dia seguinte. Isso acontece por causa das reações químicas iniciadas no cozimento. Elas continuam a acontecer quando o alimento é embalado e guardado na geladeira, acentuando o sabor e o aroma da véspera.

Curiosidades na cozinha

Geladeira sem cheiro

A sabedoria popular recomenda guardar um pote aberto de bicarbonato de sódio (NaHCO3) dentro do refrigerador para evitar mau cheiro. Como o NaHCO3 reage muito bem com várias substâncias, partículas fedorentas que passam por perto são absorvidas e neutralizadas por ele.

Curiosidades na cozinha

Manteiga de verdade

Não é à toa que muita gente viaja a Paris e se delicia com a culinária local. Lá, as receitas levam muita manteiga e ela é mais encorpada do que no resto do mundo - com mais gordura (84% em vez de 80%) e menos água. Isso resulta em molhos mais suaves e massas mais saborosas, como as dos croissants franceses.

Curiosidades na cozinha

Pimenta japonesa

O wasabi e a raiz-forte (aquela pasta picante que acompanha sushis e sashimis) não são a mesma coisa. O wasabi é uma raiz cultivada por cinco produtores, custa cerca de R$ 300,00 o quilo e é rara fora do Japão. O que comemos nos restaurantes japoneses do Ocidente é uma pasta que mistura raiz-forte, mostarde, maionese e corante.

Curiosidades na cozinha

Limpeza interna

"Fibras"é um termo genérico para substâncias vegetais que o corpo humano não consegue digerir. Por isso, elas não têm valor energético e passam intactas pelo trato digestivo, facilitando a passagem pelo intestino de tudo que ingerimos. Elas também não têm nada a ver com a textura do alimento - mesmo fibrosa, a carne não contém fibras.

Curiosidades na cozinha

Espremendo limões

Na falta de um espremedor, há dois métodos que, combinados, prometem tirar o máximo de suco de um limão. O primeiro passo é rolar a fruta numa mesa. Isso estoura os gominhos que retêm o suco. Depois, basta colocar o limão no microondas por alguns segundos para o líquido fluir fácil quando for apertado.

Curiosidades na cozinha

Cozinhando ovos

Ovos cozidos, em geral, ficam com a clara ressecada e a gema esfarelada e acizentada. Isso ocorre por causa de uma reação entre o enxofre e o ferro que compõe suas proteínas. Para evitar o efeito e comer um ovo macio e amarelinho, é preciso mantê-lo no máximo três minutos na água fervente e mais dez minutos mergulhado em água fria.

Curiosidades na cozinha

Moída na hora

O queijo e a pimenta do reino ralados e moídos na hora liberam óleos aromáticos, contendo mais sabor do que suas versões de pacotinho. É que, em ambos os casos, o pó oxida e perde as propriedades originais. Por outro lado, o sal moído na hora é só frescura e não tem vantagem em relação ao sal de cozinha comum.

Curiosidades na cozinha

Carne colorida

A iridescência (aparência de arco-íris) em carnes fatiadas, como o rosbife, é fruto de um efeito ótico: a dupla refração. Quando a peça é cortada, as pontas dos feixes de proteína que a formam dobram as ondas de luz em duas direções diferentes. No caminho para o olho, as ondas interferem umas com as outras e se decompõem em várias cores.

Curiosidades na cozinha

Forno comum versus forno microondas

O primeiro é mais lento, já que precisa aquecer um grande volume de ar continuamente. O ar quente, porém, cozinha o alimento por igual. O segundo faz vibrar as moléculas de água do alimento esquentando a superfície - 2 centímetros de espessura, no máximo - rapidamente. Dessa camada aquecida, o calor irradia para o interior do alimento.

Curiosidades na cozinha

Carne sangrando

Na próxima vez que for à churrascaria, lembre-se de que a picanha mal passada não vem sangrando. Afinal, no abate, quase 80% do sangue é retirado. O "sangue"não passa de uma mistura de água e mioglobina (pigmento que dá a cor avermelhada). Pode até haver um pouco de sangue no prato, mas em quantidade mínima.

Curiosidades na cozinha

Fazendo maionese

Em condições naturais, a água presente em ovos e no suco de limão não se uniria ao óleo para formar a maionese caseira. Mas as moléculas de lecitina presente na gema do ovo têm uma parte polar, que interage com a água, e outra apolar, que adere ao óleo. Ao bater esses ingredientes, a mistura improvável se consolida.

Curiosidades na cozinha

Os dois lados

O papel alumínio tem dois lados diferentes por causa do processo de fabricação, mas, na hora de assar, tanto faz o lado luminoso ficar para dentro ou para fora. O que importa é manter a radiação infravermelha gerada pelo calor do cozimento rebatendo dentro da redoma formada pelo papel, evitando o ressecamento da receita.

Curiosidades na cozinha

Frutas no ponto

Algumas frutas param de amadurecer quando são colhidas. Para as demais, há como acelerar o processo em casa. Basta deixá-las à temperatura ambiente (refrigerar diminui a produção do gás etileno, responsável pelo amadurecimento) e embrulhá-las num saco de papel furado para reter um pouco do etileno.

Curiosidades na cozinha

Amaciante de carne

O principal ingrediente dos produtos que amaciam carne é a papaínam uma enzima obtida do mamão verde. O sal até aparece em maior concentração, mas é só para ajudar a espalhar o princípio ativo pela carne. Outras enzimas encontradas em fruta e que amaciam carne são a bromelina, do abacaxi, e a ficina, do figo.

Imagens via shutterstock
Fonte: Revista Mundo Estranho

→ Você gosta de economizar? Clique aqui e compre com desconto nas Lojas Americanas!

Um comentário: