Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

Muitos comparam a Mafalda com a nossa a Mônica, da Turma da Mônica. Engano. A Mafalda é engajada com a política, irônica, filosofa, preocupada com a humanidade e a paz mundial.

A personagem foi criada em 1962 pelo cartunista argentino Joaquín Lavado, mais conhecido como Quino. Ela foi concebida para ser um cartoon de propaganda do diário Clarin. Ironia do destino (e sorte de Quino), a campanha publicitária foi cancelada e em 1964 Mafalda torna-se um cartoon de verdade, tendo sua primeira tira publicada em 29 de setembro daquele ano.

Mafalda democracia

Mafalda, com seus seis anos de idade, paixão pelos Beatles e ódio por sopas, viveu todo o turbilhão da década de 60 questionando tudo e todos a sua volta. Conquistou uma legião de fãs e muitas de suas histórias continuam atuais, mesmo 40 anos após sua última tirinha ser publicada, em 25 de junho de 1973.

E é na Argentina, sua terra natal, que a personagem é mais cultuada. Ela inclusive foi considerada a segunda mulher mais popular do país, perdendo apenas para Evita.

Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

Em 2009, Mafalda saiu do papel e veio para o mundo real, ganhando uma estátua fofa no bairro de San Telmo.

A escultura mostra a icônica menina de cabeleira volumosa sentada em um banco de praça, com um sorriso no rosto e um ar despreocupado.

A esquina das "calles" Chile e Defensa, em que a escultura encontra-se, não foi escolhida ao acaso. Ali ao lado, na "calle" Chile número 371, está o prédio em que Mafalda mora (ou morou!?).

Na verdade, foi neste prédio que viveu Quino, o "pai" de Mafalda. O desenhista morou lá na década de 60 quando criou Mafalda, e deu a ela o mesmo endereço.

Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

A prefeitura de Buenos Aires inclusive colocou uma placa no prédio indicando que Mafalda morou ali.

Passe por lá, sente ao lado da menininha, bata uma foto e medite sobre a vida. Deixe Mafalda lhe contagiar com sua fofura, amor pela humanidade e contestação sem limites.

Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

E já que você está em San Telmo, aproveite o bairro.

Este é o mais antigo bairro de Buenos Aires e guarda muita história, arte, cultura, edifícios grandiosos dos séculos 18 e 19 e um ar europeu eterno.

Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

Em San Telmo você encontra dezenas de antiquários, restaurantes simples e acolhedores, galerias de arte, lojinhas de presentes, cafeterias lindas, pequenos museus com entrada gratuita, um mercado municipal e algumas milongas e shows de tango tradicionais.

E é este bairro que abriga uma das feiras mais populares de Buenos Aires. A Feira de San Pedro Telmo acontece religiosamente todos os domingos, desde 1970, e é um prato cheio para os saudosistas. Ela começa na Plaza Dorrego e estende-se por toda "calle Defensa".

Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

Tem de tudo nesta feira! Antiguidades, quinquilharias, preciosidades, artesanatos, fotografias e toda uma sorte de produtos de antigamente. Também ocorre na feira apresentações de tango ao vivo, em meio as centenas de pessoas que disputam espaço nas ruas de paralelepípedos.

Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

Estátua da Mafalda e o bairro de San Telmo

Estando em Buenos Aires vá a San Telmo! O bairro é gracioso, os edifícios charmosíssimos e a Mafalda é um ícone pop, sempre atual e a frente do seu tempo.

Informação

Estátua da Mafalda
Esquina das calles Chile e Defensa (próximo a estação Belgrano, linha E roxa do Metrô)

Feira de San Telmo
Plaza Dorrego, esquina das calles Defensa e Humberto 1º

O bairro de San Telmo é servido pelas linhas 24, 28, 29, 65, 70, 130 e 195 de ônibus. Um táxi do centro até o bairro custa em média 25 pesos.

→ SAIBA MAIS SOBRE BUENOS AIRES

→ Você gosta de economizar? Clique aqui e compre com desconto nas Lojas Americanas!

Um comentário:

  1. Po não sabia que foi criada na Argentina
    muito massa..

    www.jedilol.com.br

    ResponderExcluir